sexta-feira, 8 de maio de 2009

Objetivos da administração

Concepções Convencionais sobre a Administração:
  • O gerente é o personagem principal do processo administrativo. Somente os gerentes administram.
  • Administrar é "mandar". Gerentes são chefes subordinados que obedecem.
  • Administração e gerentes são sinônimos.
Novas idéias a respeito da administração:

  • Todos são gerentes. A adminsitração do grupo de trabalho pertence ao próprio grupo.
  • Gerentes coordenam o processo decisório e fornecem as condições para a realização da tardefa dos grupos.
  • Administração é um processo que está sempre presente no trabalho de pessoas e grupos que usam recursos e tomam decisões.
Premissas desatualizadas:

  • Há uma única forma de administrar pessoas. Essa forma é o controle de cima para baixo - centralização.
  • Tecnologias, mercados e utilidades são fixos e dificilmente sobrepõem-se. Cada ramo de negócios tem tecnologia e mercado específicos.
  • As fronteiras nacionais definem a ecologia da empresa e da administração.
Novos Conceitos

  • Muitas pessoas não são mais empregados diretos que trabalham em tempo integral para um único empregador. Muitas pessoas usam seu conhecimento, não as habilidades manuais, para trabalhar. É preciso administrar as pessaos como se elas fossem sócios da empresa.
  • Há diversas maneiras de satisfazer às necessidades dos mercados. Aço, alumínio e plástico concorrem entre si. Os computadores começaram como ferramentas de engenharias e armazenagem de dados e hoje afetam o negócio das telecomunicações. Não há fronteiras tecnológicas.
  • Motores são feitos em um país, carrocerias em outro, componentes eletronicos em outro. Administrar uma empresa é administrar uma rede de fornecedores mundiais.
Princípios de Administração de Alta Performance:

-Produção:
  • Todos produzem.
  • Produzir é a palabra que define resultados.
-Trabalho de equipe:

  • Produção sempre é trabalho de equipe.
  • Produção do gerente é feita dos resultados de sua equipe.
  • Atividade do gerente deve ser dividida com a equipe eficientemente.
-Desempenho individual

  • Desempenho depende de motivação e competência.
  • Treinar e motivar equipe são responsabilidades fundamentais dos gerentes.
Administração:

-As empresas:
  • Dentras criações do homem, a invenção mais comlexa é sem dúvida a EMPRESA.
Definição: Uma organização social, que utiliza recursos afim de atingir determinados objetivos.

Objetivos da administração:

Proporcionar eficiência e eficácia às empresas, onde:

Eficiência:
Refere-se aos MEIOS: métodos, processoas, regras e regularmentos sobre COMO as coisas devem ser feitas, afim de que os recursos sejam adequadaemente utilizados.

Eficácia:
Refere-se aos FINS: os objetivos e resultados a serem alcançados pela empresa.

Princípios gerais da administração:

  • "Administração não é uma ciência exata: logo precisa se basear em princípios gerais e flexíveis, capazes de serem utilizados em situações diversas."
  • Divisão do trabalho e especialização.
  • Autoridade e responsabilidade.
  • Hierarquia ou cadeia escalar.
  • Unidade de comando.
  • Amplitude administrativa ou de controle.
  • Definição ou formalização.
Funções administrativas:

  • As empresas como unidades sociais são dotadoas de recursos para o alcance de objetivos.
  • As empresas visam a produção de alguma coisa através da reunião de "fatores de produção" são; na realidade os "recursos empresariais". São eles:
  1. Materiais.
  2. Financeiros.
  3. Humanos.
  4. Mercadológicos.
  5. Administrativos.
Funções administrativas também chamadas funções do administrador, embora situadas na cúpula da empresa, isto é, no nível decisorial, não são privilágio exclusivo dos dirigentes da empresa.
As funções administrativas se repartem proporcionalmente ente "a cabeça e os membros da organização".

Funções administrativas:

Compõe o "processo administrativo gerencial", o qual envolve:

Planejamento = Oganização
Direção E controle


Planejamento: Significa visualizar o futuro e traçar o programa de ação
Organização: Significa a constituir o organismo social e material/técnico da empresa
Direção: Significa conduzir e orientar pessoas
Controle: Significa verificar se o que foi planejado e organizado foi, de fato, executado.

Embora seja sequencial, o Processo Gerencial pode ter suas etapas invertidas ou feitas de forma simultânea (cíclico/dinâmico).

Planejamento: Função da administração que determina antecipadamente quais os OBJETIVOS E O QUE DEVE SER FEITO para alcançá-los.

Situação => Planejamento => situação desejada

Importância e necessidade
Reside na "racionalidade" que imprime às decisões. (Por racionalidade entende-se a escolha dos meios para fazer as coisas). Sem planejamento (formal/informal) a empresa fica nos
caos.

  • Uma das caondições para que as empresas tenham sucesso é o PLANEJAMENTO.
  • Esta função administrativa se reparte, como toda ação da empress - em 3 níveis:
  1. Planejamento estratégico: Definição das "pretensões" ou objetivos.
  2. Planejamento tático: Definição das alternativas ou "caminhos".
  3. Planejamento operacional: Definição de recursos e ações.
Dos diferentes tipos de planejamentos
surgem diferentes tipos de planos:

Planos temporários (uso único):
-Orçamentos, programas, projetos.

Planos permanentes:
-Políticas, regras, procedimentos (criados para situações que se repetem).

Como resultado do processo da função Planejamento, determina-se METAS E PLANOS.

PLANOS:
-Estratégicos, táticos e operacionais.

METAS:
-Objetivos de curto prazo: São específicos, mensuráveis, com prazos pré-determinados.

Empresas são estáticas!

Precisam ser organizadas e estruturadas para melhor funcionar.

Organização:
Função administrativa que faz o agrupamento (social técnico ou humano e material) das atividades necessárias para alcançar objetivos.

-A empresa precisa lidar com pessoas, órgãos e relações de autoriadades e responsabilidades.

-Organzação é a função administrativa que cuida dos "recursos empresariais" (fatores de produção).

Princípios da paridade da autoridade e responsabilidade.
-Tal princípio corresponde ao volume de autoridade e de responsabilidade atribuido a cada pessoas ou órgão:
-Essa paridade é necessária para evitar que certas pessoas ou órgãos tenham execessiva responsabilidade sem a necessária autoridade ou vice-versa.

Princípio escalar:
-Cada pessoa deve saber exatamente a quem prestar contas e sobre quem possuí autoridade. (Relações diretas de autoridade de um superior para um subordinado, da base até a cúpula)

Princípios de funções de linha e de Staff:

-Deve-se definir da maneira mais clar possível, não só quantidade de autoridade atibuída a cada pessoa ou órgão, mas também a natureza dessa autoridade.

-Funções de linha: Aquelas ligadas diretamente aos objetivos principais da empresa
-Funções de Staff: Aquelas ligadas diretamente aos objetivos organizacionais.

( Critério de distinção não é o grau de importância e sim se é direto ou indireto aos objetivos da empresa.)

Estrutura organizacional:

  • Significa a disposição ou o arranjo das partes que contituem um "organismo vivo". Ou seja a disposição do órgãos ou cargos que compõe uma empresa. Existem 2 tipos básicos de estrutura:
Formal: cargos/órgãos - organograma
Informal: relacionamentos humanos e sociais que emergem espontaneamente entre pessoas.

(*Estes relacionamentos informais podem facilitar ou dificultar a estrutura formal).

Tipos de estrutura organizacional:

  1. Linear: mais simples e mais antiga/ baseia-se na hierarquia. Linear por causa das linhas únicas de comando e autoridade.
  2. Funcional: embora simples é baseada na especialização. Cada subordinado responde a vários superiores. Proporciona "descentralizado"
  3. Linha Staff: apresenta órgãos de linha e de staff, com características da estrutura linear e funcional (mista) baseado na hieraquia e especialização.
A função administrativa da "direção":

  • Terceira etapa do "processo gerencial" que conduz e coordena pessoas na execução das atividades planejadas e organizadas.
  • Cabe à função direção "interpretar os objetivos e os planos para os outros e dar as instruções sobre como executá-los".
  • Trata-se de atuar diretamente com PESSOAS para conseguir que executem as suas atividades.
Princípios básicos da "direção":

  • Princípio da Unidade de Comando: Cada subordinado deve subordinar-se a um e a apenas um superior (Tal conceito hoje é visto diferentemente).
  • Princípio de delegação: Delegação de atividades aos níveis para a adequada execução.
  • Prncípio da Amplitude de Controle: Número ideal de subordinados que um chefe pode supervisionar diretamente. (Hoje tal conceito tambem mudou).
  • Princípio da coordenação: Trata das relações funcionais.
Meios de direção:

Para dirigir os subordinados, o administrador, em qualquer nível, deve dar:

  • Ordens instruções
  • Comunicar
  • Motivar
  • Liderar
  • Coordenar

A função administrativa "controle":

  • Consiste em medir e corrigir o desempenho dos parceiros da organização, para assegurar que os objetivos da empresa sejam atingidos.
  • A tarefa do CONTROLE é verificar se tudo sendo feito de confrmidade com o que foi planejado e organizados.
  • Embora teoricamente seja a quarta função do "Processo Gerencial", esta função deve acompanhar todas as etapas do Processo Administrativo da Empresa.
Objetivos- Importância da função administrativa "controle":

  • Correção das falhas e erros
  • Prevenção de novas disfunções
Processo de Controle:

É uma ação cíclica e repetitiva, composta de etalas importantes, como:

  • Quantidade
  • Qualidade
  • Tempo
  • Custo

Como a Empresa é um "organizmo vivo", hoje é cada vez mais todas as ações empresariais precisam ser tratados dentro do chamado "enfoque sistêmico", que é a reunião / combinação de todas as partes integrantes de um sistema global em busca ao alcance de objetivos específicos.















Nenhum comentário:

Postar um comentário